PROPÓSITO DA ABRACS

PROPÓSITO DA ABRACS2018-09-11T04:28:00+00:00

Qual o propósito da ABRACS – Associação Brasileira do Cidadão Sênior?

A Associação Brasileira do Cidadão Sênior – ABRACS tem como objetivo atuar nacionalmente e através de convênios e parcerias internacionais, contribuindo para o desenvolvimento do diálogo e ações com todas as entidades, públicas e privadas, e profissionais liberais que possam promover os interesses dos idosos no Brasil.

A ABRACS reúne, mediante associação, empresas e profissionais de diversas áreas, de todas as regiões do Brasil e até mesmo entidades de outros países, todos interessados no estudo, oferecimento de serviços e produtos que possam melhorar a condição de vida do idoso no Brasil.

A associação busca enxergar o idoso brasileiro como um verdadeiro participante da vida ativa do país, com o pleno exercício da sua cidadania, mediante participação ativa na vida de um país que busque construir uma sociedade justa, solidária e de respeito àqueles que alcançaram 60 anos ou mais de vida. O objetivo é enxergar o cidadão sênior como uma oportunidade para alcançar a solução de vários problemas sociais, afastando a cultura do descarte do idoso por uma de inclusão social e de postura positiva em relação à longevidade.

A ABRACS poderá adotar uma feição de “empresa de negócio social”, com idênticos propósitos à associação sem fins lucrativos, mas com foco na geração de soluções e renda para todos aqueles a que se dedicarem ao seu funcionamento e crescimento.

A ABRACS é uma associação sem fins lucrativos, com uma diretoria voltada ao trabalho continuado para promover iniciativas que discutam e promovam a defesa dos interesses dos que atingiram idade igual ou superior a 60 anos no Brasil, como por exemplo:

– Promover seminários, palestras, workshop, feiras e congressos onde poderão ser discutidos temas relacionados ao bem estar do Idoso, direitos, políticas públicas, mobilidade urbana, segurança, inclusão social, mercado de trabalho, produtos e serviços voltados aos cidadãos sêniores, atendimento médico/hospitalar especializado, entretenimento, inclusão digital, projetos de moradia e arquitetura, nutrição especializada, turismo, educação e treinamento de mão de obra do idoso e regulamentação da profissão de cuidador e acompanhante de idosos;

– Edição de revista especializada no assunto para envio (físico e eletrônico) aos associados (empresas, profissionais que atuam na área, outras associações interessadas no tema, faculdade e universidade de Gerontologia e profissionais da área) e órgãos públicos afins (PGJ, PGR, PGT, CNJ, AGU, CNMP, Promotorias, Grupos de Trabalho e Coordenadorias, tanto em Brasília como nos Estados da Federação e seus municípios). Promover convênios e atuação em parceria com Organismos Internacionais (OEA, ONU) na defesa dos interesses dos idosos;

– Elaboração de projetos e obtenção de verbas para execução de iniciativas que promovam a defesa dos direitos dos idosos e do bem-estar das pessoas acima dos 60 anos;

– Propositura e acompanhamento de projetos de lei voltados aos cidadãos sêniores que tramitem no Congresso Nacional, bem como participação em audiências públicas e pleitos junto aos parlamentares que defendam a causa;

– Promover, como associação habilitada para tanto, ações judiciais que promovam a garantia dos direitos dos idosos, seja contra o Estado como iniciativa privada, através de escritório de advocacia especializado no direito do Idoso, que deverá ser remunerado no êxito (honorários de sucumbência + percentual sobre eventual condenação danos morais);

– Criar e fomentar página eletrônica como canal de comunicação com a sociedade, promovendo espaço para discussão sobre temas de interesse dos idosos;